Gomide convoca secretário e prefeito para dar explicações sobre aumento da TSU

image

 

O vereador Antônio Gomide (PT) entregou à Mesa Diretora da Câmara Municipal um requerimento que convoca o Secretário Municipal de Fazenda, Geraldo Lino, e também convida o prefeito Roberto Naves (PTB) a prestarem explicações em reunião plenária sobre os aumentos registrados na cobrança da Taxa de Serviços Urbanos.

 

“Esta foi uma taxa que chegou de surpresa para todos os anapolinos. Nenhum de nós, vereadores, é a favor do reajuste. Até porque nenhum de nós foi convocado a debater sobre isto. Não estamos nem questionando o valor, mas a forma ou o jeito de fazer isto. Faltou a discussão com a cidade”, disse Gomide.

 

Antônio Gomide rebate a afirmação do vereador Leandro Ribeiro (PTB) que disse ser “obrigatório o aumento”. “Não é obrigatório. A decisão feita por decreto é para mudar a forma como a cobrança vinha sendo feita. Nos anos anteriores, o aumento da TSU era o mesmo do IPTU e ambos seguiam a eleição inflacionária”, destacou.

 

Segundo Gomide, o objetivo é ouvir o prefeito e o secretário. “Precisamos ouvir as demandas e saber qual a razão disto. Se está cobrando algo que é do passado, que se cobre do passado, dos responsáveis. Mas não pode transferir para a população. Precisamos saber se o cálculo é referente a uma dívida ou se é a previsão de gasto deste ano”, ponderou.

 

Câmara

 

O vereador alerta para o problema de não se fazer o debate com a população. “Existe uma dificuldade muito grande da administração em fazer este debate democrático e político com o legislativo. O prefeito nunca foi vereador, o vice nunca foi vereador, muitos secretários nunca passaram por esta Casa e isto dificulta em fazer o debate e ser mais transparente”, afirma.

 

“Façam o debate abertamente. Se nós, vereadores, somos os fiscais da cidade, devemos participar. Quem aqui foi chamado para fazer parte do debate do aumento, da revisão dos cálculos?”, indaga.

VOLTAR