Gomide defende programas sociais como medida de combate à violência

18423056_745293818976765_5490703119875516571_o

 

Em pronunciamento na Câmara na quarta-feira (14), o vereador Antônio Gomide (PT) afirmou que somente através de programas municipais de combate às drogas, a violência será reduzida em Anápolis. O parlamentar defendeu a tese de que o uso e tráfico de entorpecentes é a raiz da insegurança na cidade, e que a prefeitura precisa tomar iniciativa para a mudança dessa realidade, pois os governos estadual e federal não têm interesse nisso. “Quem vai fazer um programa contra o tráfico? A responsabilidade é da Polícia Federal, mas o problema é social, é da nossa cidade. Precisamos do Caps para tratar a doença. Quem tem feito esse trabalho na cidade? Na maioria das vezes, as igrejas, que ajudam na recuperação de viciados”, discursou.

 

Para Gomide, uma iniciativa da administração municipal nesse sentido será uma inovação. O vereador cobrou do governo estadual, que prometeu um Credeq para Anápolis, mas a proposta nem saiu do papel, embora uma unidade foi inaugurada em Aparecida de Goiânia e obras serão iniciadas em Goianésia.

 

O vereador frisou que não adianta apenas lutar pelo aumento do efetivo da Polícia Militar e da Polícia Civil, que melhorariam sim a segurança, mas que precisam contar com um programa social que combata a causa. “As mortes precisam ser combatidas na causa, que é social, que é fome, miséria e pobreza. O desemprego causa violência. É um problema social”, explicou.

VOLTAR