Acompanhe nosso trabalho nas redes sociais

Audiência pública debate indenização para filhos de pessoas com hanseníase

Na manhã desta quinta-feira (30), o deputado estadual Antônio Gomide participou da audiência pública na Assembleia Legislativa de Goiás que debateu o pagamento de indenização para famílias que tiveram filhos separados pelo Estado em decorrência da política de isolamento compulsório de pessoas com hanseníase nas décadas passadas.

A reunião contou com depoimentos emocionantes de filhos de hansenianos que foram separados da família, criados em colônias, impedidos de conviver e, até mesmo de tocar, seus pais. Estima-se que cerca de 900 pessoas em Goiás foram separadas de suas famílias em decorrência do isolamento compulsório de hansenianos.

Goiás é o sétimo estado do país em número absoluto de pessoas com hanseníase. Comprometido com esta luta, Gomide é autor da Lei que instituiu o Dia Estadual de Combate e Prevenção da Hanseníase.

No Brasil, a luta das pessoas que sofreram e ainda sofrem com as consequências das separações criminosas feitas em estados como São Paulo e Rio de Janeiro tem sido exitosa. É a vez do Estado de Goiás reconhecer os erros cometidos no passado e reparar as famílias que carregam alienação parental cometida compulsoriamente. Tramita na Assembleia Legislativa de Goiás um Projeto de Lei que visa garantir o pagamento de indenização para estas pessoas.

Além da presença do deputado estadual Antônio Gomide, a mesa foi composta pelo deputado estadual Alysson Lima, que convocou a audiência pública; coordenador do Núcleo de Direitos Humanos e defensor público, Marco Túlio Félix Rosa; coordenador do Movimento Nacional de Reintegração de Pessoas Atingidas pela Hanseníase (MORHAN), Artur Custódio e o presidente do Conselho Estadual de Saúde, Venerando Lemes.

Estiveram presentes na audiência pública, filhos de hansenianos que foram apartados de suas famílias no passado, assistentes sociais e advogados comprometidos com a causa, representantes da Ordem dos Advogados do Brasil e servidores da Alego.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest